30 de dez de 2010

Feliz Ano Novo


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

24 de dez de 2010

Feliz Natal











Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

2 de mai de 2010

O Erro da Idade

Por Maciel Junior
A idade de um indivíduo não é o fator que determina sua capacidade e sua responsabilidade. Sempre há exceções e elas são as que destacam-se e alcançam o desejado. Atenção para as exceções. É um erro elaborar o perfil de uma vaga de emprego tomando a idade como uma das bases. Hoje, uma entrevista de emprego deve selecionar pessoas e não mais máquinas, colaboradores e não mais funcionários. O selecionador não pode mais fechar-se em dados técnicos, estatísticos e perfis imutáveis e vazios quanto ao fator humano. Quiçá, já seja o momento de não contratar mais colaboradores e sim sócios (mesmo que o cargo seja o mais operacional de todos).
A alforria já foi concedida, mas o mercado continua com preconceito e a nos aprisionar. Para ele, temos que chegar a determinada idade para podermos exercer cargo de gerente ou diretor [exemplos]. Uma destacável formação, experiência e uma das mais aplaudidas colaborações para a organização são fatores com peso menor do que a idade? Então a fórmula do sucesso profissional é o envelhecimento?
Idade não é sinônimo de capacidade; a relação entre estas duas palavras é apenas de rima. Não qualifiquemos pessoas, como qualificamos vinhos. O fator humano, comportamental e técnico, os três em conjunto e não individualmente, devem ser os orientadores quanto à escolha de qualquer profissional. Os fatores sociais, humanos e ambientais serão (estão sendo) os elos determinantes das relações deste século de todos os âmbitos da sociedade humana. São necessários colaboradores envoltos em todas estas situações e não mais um colaborador que faça somente sua atividade básica definida pela empresa. 


A empresa está tendo suas definições modificadas. Não é mais somente uma empresa, é uma sociedade com fins lucrativos e com responsabilidades sociais, humanas, ambientais e de apoio ao seu cliente (interno ou externo). A empresa é uma pequena sociedade, que deve interagir, refletir e modificar positivamente a sociedade maior que está inserida. 



Super Dica
Clique na imagem abaixo e conheça um pouco mais sobre Gestão de Pessoas/Recursos Humanos. Faça um curso online sobre Recrutamento e Seleção e/ou sobre Chefia e Liderança.
 

Curso de Recrutamento e Seleção



 

Curso de Chefia e Liderança

28 de abr de 2010

Ao Rei Tudo, Menos a Honra - Por Ciro Gomes

A cúpula de meu partido, o PSB, decidiu-se por não me dar a oportunidade de concorrer à Presidência da República. Esta sempre foi uma das possibilidades de desdobramento da minha luta. Aliás, esta sempre foi a maior das possibilidades. Acho um erro tático em relação ao melhor interesse do partido e uma deserção de nossos deveres para com o País.

Não é hora mais, entretanto, de repetir os argumentos claros e já tão repetidos e até óbvios. É hora de aceitar a decisão da direção partidária. É hora de controlar a tristeza de ver assim interrompida uma vida pública de mais de 30 anos dedicada ao Brasil e aos brasileiros e concentrar-me no que importa: o futuro de nosso País!

Quero agradecer, muito comovido, a todos os que me estimularam, me apoiaram, me ajudaram, nesta caminhada da qual muito me orgulho.

Quero afirmar que uma democracia não se faz com donos da verdade e que, se minhas verdades não encontram eco na maioria da direção partidária, é preciso respeitar e submeter-se à decisão. É assim que se deve proceder mesmo que os processos sejam meio tortuosos, às vezes.

É o que farei.

Deixo claro: acato a decisão da direção do partido. Respeitarei as diretrizes que, desta decisão em diante, devem ser tomadas em relação ao nosso posicionamento na conjuntura política brasileira .

Meu entusiasmo, e o nível de meu modesto engajamento, entretanto, compreendam-me, por favor, meus companheiros, irão depender do encaminhamento, pelo partido, de minhas preocupações com o Brasil, com nossa falta de um projeto estratégico de futuro, com a deterioração ética generalizada de nossa prática política, com a potencial e precoce esclerose de nossa democracia.

Agradeço novamente aos companheiros de partido pelo apoio que sempre me deram. Faço também um agradecimento especial ao povo cearense pelo apoio de todas as horas; mas minha lembrança mais grata vai para o simpatizante anônimo, para o brasileiro humilde, para a mulher trabalhadora, para os jovens, em nome de quem renovo meu compromisso de seguir lutando!

Por Ciro Gomes em www.cirogomes.com - 28/04/10.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

2 de abr de 2010

A Popularidade Governa

Maciel Junior

Nunca me importei muito com os quem governaram, sempre excedi minha atenção com os governados. É mais um erro condenar o comando político de um país pelas circunstâncias a que este está submerso, porém maior erro é desprovê-lo de responsabilidade. A democracia brasileira (não gosto destas duas palavras juntas) é jovem, porém sem nenhuma jovialidade. São políticos velhos – sem relação à idade – que estão comandando a nação tupiniquim. A cada dois anos o joguinho de escolha se repete. Não deveríamos gostar de jogos. Não sabemos jogar. Nem acompanhamos o resultado.
Tudo o que não era para ser normal virou comum. Os escândalos de corrupção não escandalizam mais ninguém, ao contrário está entretendo. Nem lembro bem qual foi o último escândalo – faz 30 minutos que não olho um site de notícias. E importa sabermos quais são os peculatos mais recentes? Muitas personalidades envolvidas negativamente acabam é conseguindo fama e divulgação grátis. Tanto que em eleições futuras acabam sendo eleitos/reeleitos. Nem as eleições os punem. Somos muitos injustos.
Engraçado este populismo atual do Lula. Brava para todos que não foi ele, que não fez nada, que não sabia... No mínimo um presidente inerte e desinformado. Mas o Lula é adorado, quase uma figura mística para boa parte da população brasileira. Ele possui seus méritos, porém mais visíveis antes de tornar-se Presidente. Fez um bom governo (me desculpe pelo exacerbado exagero – porém pelo histórico de presidentes é um dos melhores, ao menos provocou menos males), foi ajudado de uma bela forma pelos bons ares que ronda a economia Brasileira e a consequente atenção do mundo conosco.
É democracia um presidente usar de seu populismo para impor sem digestão uma candidata a todo um país? Consigo reconhecer a legitimidade da eleição do Presidente Lula, apesar de não identificar bem seus méritos posteriores a isto. Mas não há como reconhecer legitimidade na possível vitória da candidata Dilma se ela continuar com esta postura e dependência exagerada do lulismo.
Não faltam bons candidatos, faltam bons eleitores. Sei que o inverso soaria melhor a quem me ler.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

21 de mar de 2010

Globalização e Globalizados


Mundo sem fronteiras, mundo sem ideias. Vivemos em uma Aldeia Global sem igualdade e com forte imposição de poder. O mundo não está globalizado. O que está globalizado é a influência das grandes nações.Não conheço esse mundo sem fronteiras. Conheço um mundo individualista, um mundo xenófobo, um mundo que rejeita e tortura imigrantes. As fronteiras são inúmeras: territoriais, religiosas, sociais, econômicas, políticas e até humanas.Afirmam que vivemos em uma aldeia global. Índios ingênuos. Aldeia me dar a sensação de uma comunidade focada no bem comum, sem disparidades sociais, econômicas e éticas. Então, por que a Oca da Etiópia é tão diferente da Oca dos Estados Unidos? Por que a Oca do Brasil tem uma péssima educação enquanto a do Canadá não? Que aldeia é esta? Seria uma aldeia de imposições da cultura das Grandes Potências Econômicas sob os demais países, estes que têm que engolirem uma cultura alheia sem vomitar?Meus professores já falaram tanto que o mundo está mais democrático e que hoje a informação está ao acesso de todos. Hipócritas. Mundo democrático? Um mundo sem opiniões, sem participações de todas as camadas, um mundo de omissos. Me aponte uma democracia perante tantos regimes ditatoriais ou de interesses minoritários firmados pelo voto popular. Descarto a possibilidade de falar das brutais teocracias do Oriente. Mundo democrático? Permitam-me rir.Todos tem acesso a informação. Desinformados. Quantos milhões não podem ler ou não sabem ler? Quantos milhões não tem acesso a internet? Quantos milhões não podem frequentar um cinema ou um teatro? Quantos milhões não podem nem comer dignamente? Quantos querem, mas não podem ser cidadãos?Não há globalização efetiva. O que globalizou foi o monopólio das grandes instituições financeiras (e até as não-financeiras) sob toda a sociedade humana. A miséria, a injustiça, a desigualdade, estas sim, foram globalizadas e acentuadas por esse processo que o capitalismo denomina como “globalização”. A globalização é a disseminação do monopólio das grandes indústrias dos países desenvolvidos, assim como suas respectivas culturas. Nós temos que pensar, fazer e consumir o que eles querem.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

6 de mar de 2010

Rituais de Iniciação Macabros

Por Maciel Junior

Santo país da impunidade. Nada contra os santos. “Os jovens são o futuro do país”, “O Brasil é o país do futuro”... Frase estas bastante blasfemadas, no mínimo por indivíduos que não sabem bem conviver com a realidade ou sempre estão fugindo dela. O futuro é apenas o segundo posterior ao atual. É uma falha grave delegar a responsabilidade pela boa manutenção de nossa sociedade a uma geração que ainda estar por vim ou a se formar.
A vida realmente é composta por fases. Fases não bem definidas. E não adianta tentar defini-las, elas são circunstanciais, progressivas e sem nenhuma relação matemática lógica. Comemorar fisicamente a passagem de fases é retardar crescimento e errar; nunca sabemos quando realmente estamos sendo promovidos nas etapas da vida. De início não.
Jovens estudantes. Velhas mentes. Tristes mentes. A formação educacional é crucial para um indivíduo, porém o ensino superior no Brasil é preconceituoso, burguês e inacessível aos que mais necessitam de formação. Decepciono-me muito com o que tenho visto no meio acadêmico nestes dois últimos anos: universitários arrogantes, muito teóricos (mas sem capacidade de desenvolver teorias), sem objetivos/idéias claras, sem autonomia de conhecimento, com mentes muito limitadas (alguns chegam a pensar que o mundo é apenas o seu curso, o meio acadêmico e sua vida), desprovidos de experiência por vontade própria (desconsideram as duas melhores universidades: A Vida e O Mercado). Jovens aprendizes que não querem aprender.
Lamentável também a formação social/cultural que possuem e estão deixando clara para toda a sociedade. Os tristes trotes universitários. Violência, arrogância, humilhação, imposições e maus tratos são a recepção dos veteranos para com os calouros. O mercado está com tendência para rejeitar pessoas com este perfil. Estes universitários estão seguindo o inverso do que o mercado de trabalho almeja tanto em questão de formação como em comportamento. E as empresas realmente investigam com afinco toda a vida de um candidato. O conhecimento não é mais o fator decisivo na hora de uma entrevista. As grandes e médias empresas (e logo as demais) buscam candidatos que possuam iniciativa, capacidade de desenvolver conhecimento, liderança, visão sistêmica, conhecimentos versáteis e disposição para está sempre em processo de aprendizagem. A questão comportamental agora é decisiva. O conhecimento se constrói, é mutável, ágil e continuo.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

3 de mar de 2010

Brasil: Uma República das Bananas ou dos Bananas?

Por Maciel Junior

Que o Brasil está desmoralizado social, ética e politicamente é arcaísmo. A novidade é que realmente acomodamos nossos traseiros em nossos sofás, assim como já disse o Presidente Lula, que ainda persiste em brincar de casinha - utilizando o Brasil para isso. A rotatividade e os escândalos que circundam as altas instituições públicas é um ultraje aos brasileiros. Suas Excelências continuam a insistirem em suas respectivas inocências, estas que serão apenas frutos de suas imaginações? Quiçá utópicas! Antes o crescimento do Brasil era retardado pela corrupção, hoje, é retardado pelas investigações de corrupção que, em sua maioria, são meras encenações que terminam em pizza, em cerveja, em dança de alguma deputada infame ou em mais corrupção. Vivemos no caos, a falta de ética afeta a política, as igrejas, as instituições privadas e as estatais. Os políticos nada fazem, nada mesmo, nem algo que mereça um aplauso sonolento de seus eleitores. A verdade é que por trás desses políticos há seres mais nefastos ainda e são eles quem realmente governam o país, começam patrocinando a campanha dos políticos e em seguida são os políticos que patrocinam os atos ilícitos de seus mecenas. Enquanto esses medíocres nos governam, afundamos como um país emergente, em breve, o Brasil poderá tornar-se apenas um produtor de bananas com a possível efetivação de algum bobo tratado de livre comércio entre os países da América, fato este que o marginalizaria drasticamente. E, nós continuamos com nossos traseiros reconfortados em nossos sofás, assistimos de forma passiva nossa História, recusamos todos os papéis de atuação que nos são ofertados, mas ainda há tempo, pois, as cortinas do espetáculo ainda não se fecharam. Renúncia já para todos os políticos que nos embebedam e nos divertem com circo, enquanto nos matam de fome – fome de alimento, de cultura, de saúde, de lazer, de dignidade, de segurança...! Renúncia para todos os candidatos a políticos que falam e que só falarão, se eleitos! Renúncia para todos os estereótipos! Glórias para os novos, glória para as novas idéias, glória para os que fazem. Glória para os eleitores e não para os eleitos.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

28 de fev de 2010

Quero Circo

Por Maciel Junior

Estou cansado. As cortinas do espetáculo não se fecham mais. Sou plateia cativa por imposição ou por comodismo. Já não sou tão mais ativo (e fui?). Não faço parte do espetáculo. Não gosto. Mas o deixo acontecer. Mais uma festa para ti, Brasil. Continuemos a disfarçar, assim como tão bem tu disfarças. Tragam-me o pão e o vinho!
O vestibular é um sistema de exceção e muito covarde em nosso país. As universidades públicas acomodam quase que por só a elite. Os alunos das escolas públicas, em análise detalhada, são os melhores em nosso país. Porém por não terem acesso a uma melhor estrutura, melhor formação e qualidade de ensino acabam não sendo os alunos que obtêm melhor progresso, raro algumas exceções.
A substituição do vestibular tradicional pelo revigorante ENEM é um avanço bem significativo (claro que a ala conservadora [por que não arcaica?!] não têm essa visão, ela se limita muito, como sempre). Aqui não faltam fatos políticos lamentáveis. A República dos Escândalos trabalha incessantemente. Ela funciona. Há poucos meses escolheram o ENEM. Quatro milhões de estudantes decepcionados. Milhões de brasileiros acomodados. Milhões que não sabem nem bem o que está acontecendo. Milhões que apertam sem discernimento algumas teclas em urna eletrônica a cada dois anos. Não há como ter repúdio pela política. Os políticos somos nós. Nós somos os corruptos, nossa mente facilmente é comercializada. E nós somos os comerciantes. Os representantes políticos sejam municipais, estaduais ou federais, não são estrangeiros. São brasileiros. Eles são alguns de nós que chegaram ao poder. E nós os colocamos lá. Mas não sabemos quem está lá.
Eleições 2010. Já estou com meu ingresso, ele é obrigatório. Já estou bem confortável em minha poltrona, assistirei muito bem acomodado ao espetáculo. Não me permito bater palmas, mas permito que o show aconteça.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

25 de fev de 2010

Vagabundos e Prostitutas

Por Maciel Junior

Os estrangeiros tidos como sensatos em seus respectivos países nos julgam como o país dos vagabundos e das prostitutas, já os estrangeiros mais alienados nos vêem como o país do futebol, do carnaval, das mulheres bonitas e praias lindas... Corrupção, miséria e violência são as nossas congratulações. A corrupção está disseminada por todas as camadas, até as instituições tidas como sagradas durante séculos, hoje, rendem-se à corrupção, na verdade a Igreja sempre foi corruptora e corruptível e seu maior pecado é usar a fé e a inocência de seus adeptos para obter poder e influenciar toda uma sociedade. A desigualdade é alarmante no Brasil, a fome impera em muitas comunidades e é utilizada como degrau pelo Governo. É deprimente a situação de muitos brasileiros, que vivem martírios que nem os piores fascistas aplicariam em suas vítimas. E, vagabundos não são nossos irmãos que roubam só para silenciar seu estômago que tanta grita por uma migalha de pão...vagabundos são os políticos que nos enojam, vagabundos são os juízes que se vendem, vagabundos são os empresários que querem o país para si, vagabundos são os órgãos de imprensa que tentam maquiar nosso país... O Brasil habituou-se a prostituir seus filhos, mas as verdadeiras prostitutas não são as crianças que vendem seu corpo para sobreviver (para sobreviverem não, para conseguirem dinheiro rápido ou para gerar dinheiro rápido para seus “tutores”). Prostitutas são as nações que escravizam o Brasil, prostitutas são as personalidades que cantam, dançam e fazem piadinhas da situação depravante do nosso Brasil, prostitutas são todas as pessoas que ajudam e fazem com que vivamos num país vergonhoso como esse. Mas o que eu vou fazer para modificar tudo isso? O que você vai fazer? O que nós iremos fazer? NADA. Não iremos fazer nada. Podemos até ficar indignados, mas só indignados. Cadê a Educação, a Cultura, o Lazer, o Esporte, a Dignidade, a Oportunidade? Espero por elas. Milhões de brasileiros indignados esperam por elas! Vamos continuar esperando?

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

21 de fev de 2010

Consciência Filosófica é Mito

Por Maciel Junior

Não existe consciência filosófica. Buscamos o conhecimento porque ele pode nos levar a perfeição, mas essa busca, sem cautela, pode deturpar nossas mentes. Mesmo que inconscientemente (mas nem tanto) almejamos a superioridade. Queremos nos distinguir dos demais seres humanos, queremos ser admirados e venerados por todos, queremos impor nosso conhecimento e modo de vida como base de existência para os demais homens.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Buscamos respostas para perguntas pré-cozidas e para perguntas que nem sabemos formular. Então, vamos questionar sim, mas, ao menos, vamos elaborar uma resposta para nossos próprios questionamentos. Mesmo que não seja a resposta VERADEIRA. Pois há respostas inquestionáveis, mas não há respostas verdadeiras. Sempre prefiro pensar que há a MINHA VERDADE, a SUA VERDADE e a VERDADE ABSOLUTA, assim, somemos nossas “verdades” para tentarmos alcançar a VERDADE.
Pensamos que temos consciência filosófica e pensamos que somos dotados de pleno conhecimento porque ainda estamos em um estágio muito arcaico da escala do conhecimento, escala esta não infinita, mas em constante expansão.
Não existe consciência. Mesmo que estejamos convictos de que somos conscientes do que pensamos, fazemos, falamos... não somos. O conhecimento manipula. Por mais suposta consciência que possuamos, estamos inconscientes, estamos sendo manipulados por uma época, por um grupo de intelectuais ou não, pela mídia, pela uma forma de pensar dominante, por um conhecimento pré-estabelecido...
Busquemos o conhecimento, mas nessa busca não aceitemos o conhecimento pré-cozido.
Usemos o conhecimento não por questões de distinção, mas para transformar positivamente o meio em que vivemos.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Início das Atividades do Autocensura

Inicio hoje o blog Autocensura. Não sou Jornalista (apesar de admirar muito esta profissão, como todas as demais), apenas sou admirador atordoado das letras. Então me desculpem pela linguagem não tão formal de meus textos. Não seguirei as normas impostas como padrões e quanto menos à língua ‘patrão'. Não buscarei produzir textos jornalísticos, apenas rabiscar algumas das ideias que me atormentam. Sendo assim, não seguirei uma linha editorial e quanto menos ideias pré-estabelecidas pela midia patrão. Não poderei postar diariamente devido aos demais compromissos, mas espero publicar ao menos um texto por semana. Espero que vocês interajam com os amontoados de letras que aqui publicarei.

Autocensura News

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

» ver mais notícias no G1
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tv Autocensura

Loading...

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Voltar ao início da página

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.